20
dez
08

Brave New World – Iron Maiden

Pois é “pessoar”… depois de muito tempo sem postar… vim me redimir (depois do post dos Backstreet Boys) e fazer mais uma resenha crítica de CD!!! (AEEEEEEEEEE!!!). O CD a ser analisado criticamente hoje é:

Brave New World - Iron Maiden

Brave New World - Iron Maiden

Pois bem, novo todo mundo sabe que ele não é… afinal é de 2000!!! Mas, pra mim ele é novo, já que comprei um na quarta (meu primeiro CD do Maiden!!!) pra trocar pelo Chinese Democracy que eu ganhei no amigo-secreto da empresa!!!

Enfim, vamos ao que interessa!!!

THE WICKER MAN: Pois bem, se você a sua experiência com Iron Maiden se resume a “The Number of the Beast” e “Fear of the Dark”, está na hora de você conhecer o que eu gosto de chamar de “verdadeiro Iron Maiden”, e The Wickerman traduz muito bem o meu conceito de “verdadeiro Iron Maiden”, afinal, 3 guitarras nas mãos de Dave Murray, Adrian Smith e Janick Gers, 1 baixo nas mãos de Steve Harris,e as baquetas nas mãos de um baterista como Nicko McBrain definitivamente NECESSITAM de todo o poder vocal de Mr. Bruce Dickinson, e bem, o jeito é ouvir pra entender do que eu estou falando. Vocais arrasadores, solos (com o perdão do termo) foderosos, bateria nem preciso comentar né ?!?!?! Afinal… no meu ranking de bateristas Nicko McBrain só perde pra Eric Carr… e Steve Harris é outro que dispensa comentários né ?!?!?!

GHOST OF NAVIGATOR: Pelo amor do Eddie!!! Na segunda música do CD você tem a certeza de que BRAVE NEW WORLD é um dos melhores CDs do Maiden. Novamente, solos foderosos, o poder vocal incomparável, e a base rítmica impecável!!!

BRAVE NEW WORLD: Música título do CD, engana a todos que pensam que ela vai ser toda calminha só pela introdução. Até o primeiro refrão ela pode ser considerada praticamente uma baladinha romântica para os níveis “IronMaidenianos” de peso na música, mas é só até o primeiro refrão, depois entram todas as guitarras, o baixo, e aí sim deixam o Nicko brincar um pouco de tocar bateria… O que faz com que o Tio Bruce também “brinque de cantar no Iron”.

BLOOD BROTHERS: Essa eu nem vou comentar muito, já que me lembra uma pessoa em especial, que pode ser que um dia venha a ler este humilde blog, mas eu digo que é uma das músicas do CD que mais me emociona, porque exatamente eu também não sei, mas é algo que vem na minha cabeça. Eu, na pista VIP, com um isqueiro aceso na mão, bem perto do palco, rodeada por vários cabeludos cantando em uníssono (adooooooooro essa palavra) WE’RE BLOOD BROTHERS… WE’RE BLOOD BROTHERS… só de imaginar essa cena, já me brotam lágrimas nos olhinhos!!! É algo mais forte que eu!!!

THE MERCENARY: Só pela introdução já dá a vontade master de sair banguiando por aí… FA-TO!!! Música super pesada, no mesmo estilo dos maiores clássicos de Iron Maiden!!! Mais uma que me faz me visualizar na pista VIP do show do Maiden, super perto do palco, pegando até o suor do Steve Harris, gritando o refrão a plenos pulmões!!! Fodásticamente foderosa essa música!!!

DREAM OF MIRRORS: Outra música pra levantar os isqueiros o mais alto possível, e banguiar o quanto o seu pescoço aguentar!!! Isso define!!!

THE FALLEN ANGEL: Essa eu não consegui fazer uma análise… estava banguiando muito enquanto ouvia!!! Rs…

THE NOMAD: Não sei porque… mas sinto um ar de música meio árabe, ou ali das regiões do Oriente Médio no refrão, será que é porque fala de um nômade, e o povo que mora nessas regiões É nômade ?!?!?! A pegada toda da música é bem levada pra esses ares orientais, tanto nas guitarras, quanto na bateria e no baixo, e principalmente nos vibrattos da voz do Bruce!!!

OUT OF THE SILENT PLANET: Ao contrário de The Nomad que me transporta pras Arábias, Out of the Silent Planet NÃO me leva pra um outro planeta onde todos os E.T’s são mudos e surdos!!! Out of the Silent Planet, como a maioria das músicas do Iron, me faz banguiar, e pirar loucamente nos solos foderosamente executados!!!

THE THIN LINE BETWEEN LOVE & HATE: Concordo plenamente, Tio Bruce!!! A linha que divide o amor do ódio é finíssima, quase invisível!!! Além de banguiar, essa música coloca a gente pra refletir sobre a vida!!!Sobre as diferenças… é uma música “bango-filosófica” SENSACIONAL!!!

CONSIDERAÇÕES FINAIS: Pois bem, como eu disse no começo, se o seu conhecimento total sobre Iron Maiden se resume a “Fear of the Dark” e “The Number of the Beast”, reveja seus conceitos, tire a bunda gorda da cadeira, e compre o CD, ou então, nesses tempos de crise, permaneça com a bunda na sua devida cadeira em frente ao seu precioso computador, e baixe o CD, que é no mínimo SENSACIONAL, e ótimo pra um leigo em matéria de Iron Maiden começar a ouvir e se apaixonar pela banda.

PS: Jamais comece pelo Fear of the Dark, é de longe o PIOR CD com o Bruce nos vocais!!!

Anúncios

1 Response to “Brave New World – Iron Maiden”


  1. 22 dezembro, 2008 às 12:25 am

    Adoroooooooo… suas resenhas… fala com clareza e firmeza naquilo que quer dizer !!!

    beijinsssss


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: